Dúvidas?
Nossa equipe online está sempre pronta para ajudar! Assistência online

Assistência on-line
Toggle

Realizamos reembolsos de royalties dos EUA para artistas, músicos e esportistas

Inner Page Application Pic
error image

Não tão rápido!

Oops - faltou alguma coisa! Preencha para avançar!

Oops - você esqueceu de preencher algumas informações e digitou incorretamente o seu {[field_name]}. Favor corrigi-los, então poderemos continuar!

Oops - você usou o formato errado de seu {[field_name]}. Por favor digite {[field_name]} no formato mostrado então podemos continuar!

Ops! Você utilizou algum símbolo estranho em seu {[field_name]}. Por favor utilize apenas letras (alfabeto) em seu {[field_name]}, em inglês para que possamos ir adiante.

Formulário de registro de restituição de royalties dos Estados Unidos

Nome*

Sobrenome*

Email*

 

Restituição de Royalties nos Estados Unidos

US Royalty refunds icon

Buscar por inspiração para a sua próxima "obra” ou treinar para o seu próximo grande evento, é demorado e cansativo e não sobra muito tempo para pensar sobre os formulários de declaração de imposto de renda do IRS (Secretaria da Receita Federal).

Nós recebemos restituições de royalties dos Estados Unidos para esportistas, músicos, artistas e atores. Então, se você esteve trabalhando ou se apresentando nos Estados Unidos sob um visto P, O, B1 ou B2, nós podemos te ajudar a solicitar uma restituição de royalties.

Se você recebeu royalties durante os últimos três anos, você terá até 30% de impostos deduzidos dos seus ganhos. Este rendimento extra pode ser bastante útil para você, logo, vale a pena reivindicar a restituição. 

Você não precisa procurar mais. A Taxback.com reivindicará a maior parte, ou mesmo todo o seu imposto retido dos seus ganhos nos Estados Unidos nos últimos três anos fiscais se você não era um residente durante aquele período. O nosso CPA (Contador Auditor Certificado) dos Estados Unidos e sua equipe de especialistas em impostos garantem que você receba o que lhe é devido sob as leis fiscais dos Estados Unidos e convenções fiscais internacionais.

Informações de contato no E.U.A.

Se você estiver nos EUA, a equipe de nosso escritório em Chicago poderá lhe ajudar

Fora dos EUA?
Chicago
Chicago
x Place Icon

mapas de escritórios da taxback.com nos EUA

Reembolso de Royalties - Estudos de caso

Estudos de caso

Case studies
Athlete on P-1 Visa*

As the winner of the 2008 Dublin City Marathon, Colin is invited by the Staten Island Athletics Club to run in the 2009 New York City Marathon. His visa, flight and hotel arrangements are organised and covered by the Staten Island Athletics Club.

Colin arrives in NYC on a P-1 visa on October 5th. After an exceptional run on October 7th, Colin finishes second in the marathon and receives $14,000 from the Marathon funds and a signed contract for several future events worldwide. Colin then leaves the US on October 8th and returns to Dublin. It is his only visit to the US during 2009.

Because he only spent 4 days in the US in 2009, Colin is considered a non-resident for tax purposes and therefore the Marathon organiser deducts 30% tax from his winnings, as required by the IRS.

When Colin receives his winnings by bank transfer he receives $9800 and a statement for the $4200 that was deducted from his gross winnings as federal income tax.

However, because Colin is a non-resident for tax purposes in the US and a citizen of Ireland, taxback.com can claim tax treaty benefits which exempt his winnings from US tax and allow him to receive a full refund of the $4200.

Case studies
Opera Singer on O-1 Visa*

Jennifer is a famous Australian opera singer who is invited by Music Hall to take the role of Desdemona in Verdi’s Othello. She takes on a three week contract of two performances per week at $1500 per performance – making her gross earnings for the show $9000.

Jennifer arrives in the US on March 11th 2009 on an O-1 visa and returns to Australia on April 4th. It is her only visit to the US in 2009.

Because she only spent 24 days in the US in 2009, Jennifer is considered a non-resident for tax purposes. Therefore, Music Hall deducts 30% tax from her pay, as required by the IRS.

Jennifer receives her net earnings of $6000 by bank transfer to her account in Australia and $3000 of federal tax is paid to the IRS.

Because Jennifer was a non-resident for tax purposes in the US and is a citizen of Australia, her performance income can be exempt from US tax and taxback.com can use tax treaty benefits to help her claim a full refund of the $3000 of federal taxes.

*The people in these case studies are fictional and the scenarios have been provided for illustrative purposes only.